sexta-feira, 17 de março de 2017

como fazer o gaúcho




(inspirado no gaúcho do mastercheff: veja aqui)  

         junte cerca de meia dúzia de ingredientes ufanistas selecionados hierarquicamente:

uma bandeira
uma gaita
uma chula
um mate
uma bombacha
uma faca
um homem

cozinhe todos os ingredientes em manipulação ideológica por algumas décadas
acrescente pitadas de telurismo
uma grande dose de bairrismo
bata até obter uma massa pastichizada
não pare de bater, mesmo quando saturado
unte com galanteios coisificadores
despeje a massa em uma fôrma vazia
decore com um padrão de comportamento teixeirinhístico
polvilhe com um estilo patriarcal
rende: algumas doses de alienação
modelo standart, não orgânico, pausterizado
contém conserva(dores)ntes

2 comentários:

  1. Oi Clarissa! Adorei teu blog, conheci através da reportagem da Shana Müller, #Posteira: Não sou china, nem égua e nem quero que o velho goste!. Também tenho um blog, que fala sobre a opção de não ter filhos, e assim como os assuntos que tu trata, se cria uma polêmica e uma resistência em pensar nessa cultura que queremos manter a qualquer custo. Precisamos transformar isso tudo em respeito pela vida dos outros e pelas nossas vidas também! Parabéns!!!
    Se puder dar uma olhadinha no blog: http://mulheressemfilhosedai.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. excelente postagem!!! Me tornei fã do teu blogue!! Abração!

    ResponderExcluir